Quarta, 12 de Agosto de 2020 23:25
86 98195-2377
Piauí Pesquisa

Embriaguez ao volante é a 3ª maior causa de acidentes no Piauí

Além do álcool, a falta de atenção e a desobediência às normas de trânsito têm provocado morte nas vias

06/12/2019 10h26
Por: Redação Fonte: Blog Douglas Cordeiro
Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

Com o advento da Lei Seca no Brasil em 2008, o número de acidentes causados por condutores alcoolizados diminuiu nos primeiros 10 anos de implantação, segundo o Ministério da Saúde. No Piauí, a Polícia Rodoviária Federal vem intensificando ações de fiscalização das rodovias, mas alerta o número de autuações por embriaguez.

Segundo o Inspetor Alexsandro Lima (PRF-PI), hoje os acidentes causados por embriagados figuram como a terceira maior causa de acidentes no Estado. Ele afirma que, em 2019, até o presente momento, foram realizados 76.359 testes de alcoolemia. Desses testes, 1.387 condutores foram autuados conduzindo o veículo sob efeito de álcool e 275 pessoas foram detidas.

“No mesmo período de 2018, nós tivemos apenas 37.137 testes realizados, 959 condutores autuados e 227 pessoas detidas. Significa dizer que a Polícia Rodoviária Federal intensificou mais do que o dobro da quantidade de testes realizados, justamente tentando reduzir esses índices. Porém a quantidade de pessoas detidas se estabiliza, continua as mesmas quantidades praticamente, e o número de pessoas flagradas aumentou significativamente. O que a gente observa é que os condutores ainda não se conscientizaram da necessidade de conduzir seus veículos sem nenhum efeito de álcool”, lamenta o inspetor.

De acordo com Alexsandro Lima, o álcool é o terceiro fator que ocasiona mortes no Piauí. Ele destaca os números registrados nos últimos dias.

“O que chamou atenção neste final de semana foi a quantidade de pessoas detidas. Geralmente os finais de semana giram em torno de duas a cinco pessoas detidas por esse motivo, por esse cometimento de crime. Somente nesse final de semana, foram 11 pessoas detidas”, contou.

Além do álcool, a falta de atenção e a desobediência às normas de trânsito têm provocado morte nas vias, ainda segundo o inspetor. Ele informa que 92% dos acidentes que acontecem no país são precedidos do cometimento de infração de trânsito.

“O que configura que grande parte dos acidentes que acontecem nas rodovias federais são causados por erros humanos ou por negligência”, atesta.

Tal cenário reflete no sistema de saúde pública. O Hospital de Urgência de Teresina (HUT), por exemplo, registrou aumento de 19% no atendimento de acidentes de trânsito no feriado de 15 de novembro. Na data, o hospital realizou 607 atendimentos, dentre eles 103 foram vítimas de acidentes com motocicletas, 16 atropelamentos e 13 de carro.

Em janeiro de 2020, 1550 policiais rodoviários federais serão distribuídos por todo o país e intensificarão as ações nas rodovias. O inspetor Alexsandro Lima conta que 90 policiais virão ao Piauí, onde ficarão prioritariamente na região Sul do estado. Ele informa que há a possibilidade de construção de uma delegacia na cidade de Corrente.