PRF

Vinte caminhoneiros foram detidos por uso de documento falso na região de São Raimundo Nonato

Durante a operação foram apreendidos 492 metros cúbicos de madeira irregular.

13/11/2019 18h27Atualizado há 1 mês
Por: Redação Portal SRN
Fonte: G1
 Madeira apreendida durante operação no Piauí — Foto: Divulgação/PRF
Madeira apreendida durante operação no Piauí — Foto: Divulgação/PRF

Vinte caminhoneiros foram detidos por uso de documento falso na região de São Raimundo Nonato, no Sul do Piauí, quando transportavam madeira ilegal extraída do Pará. Segundo a Polícia Rodoviária Federal (PRF), os motoristas tentavam burlar a fiscalização relatando aos amigos de profissão, através de rádio, sobre a ação da PRF. Durante a operação foram apreendidos 492 metros cúbicos de madeira irregular.

O superintendente da Polícia Rodoviária no Piauí, Stênio Pires, afirmou que a madeira apreendida tinha sido retirada de plantações no Norte do Brasil e seguia para alguns estados do Nordeste, Minas Gerais, Espirito Santo e Rio de Janeiro.

As prisões ocorreram entre os dias 29 de outubro e 7 de novembro durante a Operação Caroá II, que visa combater os crimes ambientais praticados por madeireiros no transporte e comercialização de madeira.

“As pessoas foram presas porque estavam fazendo transporte irregular, adulteração de documentos e crime ambiental. Eles foram encaminhados para a delegacia”, afirmou o Stênio Pires.

Em um dos áudios, os motoristas alertam para quem estiver passando pelo trecho para ficar atento que um carro de cor preta acompanhava as carretas e seria os policiais.

“Vou passar um alerta para vocês. Ali no Canto do Buriti tem carro preto que acompanha o cara carregado de madeira. Ele vem até passar o trecho de São João do Piauí para depois dizer para a PRF se o cara vai entrar em São João do Piauí”, diz um dos motorista no áudio.

A operação foi executada pelos policiais rodoviários federais em ação conjunta com agentes ambientais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA) e Auditores Ambientais da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Piauí (Semar).

“O fato da madeira não ser do nosso estado poderia nos animar, mas temos que pensar no impacto ambiental da extração de madeira. Isso significa que estão sendo feitas sem controle, sem investigação, não é fruto de reflorestamento. Imagina o impacto disso na fauna e flora. Não é só o prejuízo econômico, gera impacto irreversível”, declarou Sádia Castro, secretária estadual do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semar).

A operação mobilizou 23 Policiais Rodoviários Federais(PRF), três auditores fiscais Ambientais da Secretaria Estadual do Meio Ambiente e recursos hídricos do Estado do Piauí (SEMAR) e cinco agentes ambientais do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA). A estrutura logística contou com o suporte de seis viaturas. A ação ocorreu em vários municípios do sul do estado.

Toda a madeira apreendida foi encaminhada ao IBAMA e a SEMAR para as providências que o caso requer. As pessoas detidas foram encaminhadas à Policia Civil para as providências cabíveis.

São Raimundo Nonato - PI
Atualizado às 15h43
37°
Poucas nuvens Máxima: 37° - Mínima: 24°
36°

Sensação

26 km/h

Vento

24.1%

Umidade

Fonte: Climatempo
Banner lateral interna posição 2
Municípios
Últimas notícias
Banner lateral interna posição 3
Mais lidas
Adsense lateral interna posição 5