Quarta, 20 de Outubro de 2021
27°

Poucas nuvens

São Raimundo Nonato - PI

Dólar
R$ 5,58
Euro
R$ 6,49
Peso Arg.
R$ 0,06
Política Política

“Estou onde sempre estive”, afirma Margarete Coelho após deixar base aliada

Margarete Coelho e seu grupo poderá apoiar o presidente Jair Bolsonaro.

12/10/2021 às 08h52 Atualizada em 12/10/2021 às 09h25
Por: Portal SRN Fonte: Cidadeverde.com
Compartilhe:
Ciro Nogueira e Margarete Coelho (Foto: Nataniel Lima/OitoMeia)
Ciro Nogueira e Margarete Coelho (Foto: Nataniel Lima/OitoMeia)

A deputada federal, Margarete Coelho (Progressistas), falou nesta segunda-feira (11), pela primeira vez publicamente, após ser anunciado que a parlamentar está fora da base do governador Wellington Dias (PT). Ao ser abordada pela imprensa, a deputada iniciou sua fala comentando o seguinte: “Estou onde sempre estive. Não há nenhuma novidade nisso. Espero”, comentou. 

Margarete comentou que o posicionamento que mantinha até o momento era em decorrência das eleições de 2018. Para ela, com as mudanças no cenário político atual, também foi natural que tomasse uma nova posição. 

“O fato de estarmos na base do governo, um governo que nós elegemos, nós compusemos, com o qual contribuímos, é decorrência da eleição passada. Se houve uma mudança do posicionamento político das lideranças da eleição anterior, claro que também tínhamos que nos posicionar”, declarou. 

A parlamentar relatou que partiu dela a proposta para o diálogo com o governador. Ela também acrescentou que essa foi uma decisão que tomou com tranquilidade, clareza e ética. 

Questionada se havia firmado na oposição como uma estratégia para a reeleição, ela pontuou que seu plano para ser reeleita, na verdade, é um mandato de resultados. 

“A sua reeleição é pautada no seu trabalho, pois quem reelege é o povo […] que o povo do Piauí olhe para o meu mandato e se sinta representado. Entenda as posições que eu tome e é isso que faz uma reeleição. Não é um fato, não é uma conversa, um posicionamento neste ou naquele lado”, frisou. 

Questionada se apoiará o presidente Jair Bolsonaro (sem partido), candidato do Progressistas para as eleições de 2022, a deputada afirmou que não cabe a ela adiantar palanques. 

“Não sei ainda quais serão os palanques que se formaram. O certo é que estarei andando pelo estado do Piauí levando minha mensagem, prestando contas do meu trabalho”, disse.

 
Enquete