Segunda, 20 de Setembro de 2021
31°

Poucas nuvens

São Raimundo Nonato - PI

Dólar
R$ 5,33
Euro
R$ 6,25
Peso Arg.
R$ 0,05
Piauí Novo decreto

Governo do Piauí estende horário de funcionamento de bares e restaurantes

Ficam suspensas todas as atividades que gerem aglomeração.

30/08/2021 às 07h34
Por: Weslley Moreira Fonte: Portal SRN
Compartilhe:
Imagem: pi.gov.br
Imagem: pi.gov.br

Foi publicado ontem (29) um decreto que estabelece as medidas sanitárias para conter a transmissão do coronavírus no Estado do Piauí. O novo decreto valerá dos dias 30 de agosto e 05 de setembro. O toque de recolher será da 2h às 5h, ressalvados os deslocamentos de extrema necessidade.

De acordo com o Governo do Estado, bares, restaurantes e similares poderão funcionar até uma hora da manhã. Anteriormente, os estabelecimentos do setor precisavam encerrar as atividades à meia-noite.

Ficam suspensas todas as atividades que gerem aglomeração, bem como eventos culturais, boates, casas de shows ou quaisquer atividades festivas público ou privadas, com ou sem a cobrança de ingressos.

Bares, restaurantes, trailers, lanchonetes, barracas de praia e estabelecimentos similares como lojas de conveniência e depósito de bebidas podem funcionar até 1h da manhã, mas não podem realizar confraternização, festas ou qualquer evento que gere aglomeração, seja no estabelecimento ou no seu entorno. Bares e restaurantes poderão funcionar com a utilização de som mecânico, instrumental ou apresentação de músico, desde que não gerem aglomeração. O decreto também dispõe sobre os eventos realizados ou patrocinados pelo Poder Público.

Poderão ser realizadas atividades sociais, culturais e artísticas em cinemas, teatros, circos, auditórios e espaços de eventos, em ambientes abertos e semiabertos, com público máximo de 100 pessoas, observado o distanciamento mínimo de dois metros, podendo haver a utilização de som mecânico, instrumental ou apresentação de músico, desde que não gerem aglomeração, nem permitam dança.

O funcionamento na modalidade presencial dos órgãos e entidades da Administração Pública permanece em vigor até determinação do contrário, o condicionamento do retorno na modalidade presencial deverá seguir a regra somente após 21 dias de imunização completa do servidor.

Enquete