Sábado, 27 de Fevereiro de 2021 13:10
86 98195-2377
Educação Educação

Aulas nas escolas particulares são retomadas na forma híbrida no Piauí

O retorno foi possível após a aprovação do protocolo com medidas de segurança para o retorno às atividades presenciais para o setor da educação e da autorização do funcionamento dos estabelecimentos de educação.

18/01/2021 11h33
Por: Redação Fonte: G1 PI
Escolas da rede estadual retomaram as aulas presenciais no Piauí no ano passado — Foto: Divulgação/Seduc
Escolas da rede estadual retomaram as aulas presenciais no Piauí no ano passado — Foto: Divulgação/Seduc

As aulas de colégios particulares no Piauí foram retomadas nesta segunda-feira (18). O ensino será híbrido, parte dos estudantes terão aulas de forma remota e outra parte presencial. A volta às aulas será escalonada.

O Governo do Estado aprovou o protocolo com medidas de segurança para o retorno às atividades presenciais para o setor da educação.

Além disso, em decreto publicado no dia 8 de janeiro, foram autorizados a funcionar: berçários, creches, infantários, educação infantil, ensino fundamental, ensino médio, ensino técnico, tecnólogo, educação de jovens e adultos (EJA), ensino superior, pós-graduação, preparatórios, cursos, seminários, palestras, capacitações, congressos, simpósios, etc.

Ainda não retornaram: as aulas do ensino infantil, fundamental, 1° e 2° ano da rede pública de ensino. As aulas na rede estadual estão previstas para voltar no dia 25 de janeiro, de forma remota. Já na rede municipal da capital piauiense, o retorno acontecerá dia 18 de fevereiro.

O presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Piauí (Sinepe), Marcelo Siqueira, informou que cada colégio irá produzir o próprio calendário de volta às aulas, de modo que os alunos consigam cumprir ao menos 200 dias letivos.

“Temos duas obrigações: voltar de forma remota e de forma híbrida. A híbrida, dependendo da quantidade de alunos que esteja na forma remota e do tamanho da sala, faremos o rodízio. Cada escola vai fazer o seu calendário. A maioria vai voltar dia 25, dia 26. Acreditamos que até fevereiro todo mundo já vai ter voltado”, disse.

Albertino Veloso é diretor de uma escola particular na capital e citou algumas mudanças que a pandemia causou na educação.

“A primeira das mudanças começa na entrada do estudante na escola. Havia, anteriormente, uma acolhida, um momento lúdico, e com o protocolo não vai mais acontecer. O recreio será escalonado, de modo que cada turma tenha o seu momento. Eles podem brincar, mas teremos o espaço mais amplo possível”, explicou.

As aulas presenciais de turmas de 3º ano e pré-vestibular, e de aulas práticas e estágios educacionais para alunos a partir do 8º período de seus respectivos cursos foram liberadas ainda no ano passado.