Segunda, 27 de Junho de 2022
20°

Poucas nuvens

São Raimundo Nonato - PI

Dólar
R$ 5,24
Euro
R$ 5,53
Peso Arg.
R$ 0,04
Cidades C.A.Louredes/BA

O que esperar de uma “oposição” burra e estéril?

E fica a pergunta: o que ganha Campo Alegre de Lourdes – BA, com uma oposição burra, estéril e incapaz de compreender que o mínimo que se pode esperar daqueles que foram eleitos com a confiança do povo?

03/01/2021 às 12h25 Atualizada em 03/01/2021 às 12h40
Por: Portal SRN Fonte: Por Paulo Lael Paes Ferreira dos Santos, especial para o Portal SRN
Compartilhe:
Imagem: reprodução
Imagem: reprodução

Em Campo Alegre de Lourdes – BA, um dos três vereadores eleitos pela “oposição” é filho do principal opositor à atual gestão, este inclusive chegou a disputar, no último pleito eleitoral, o tão “cobiçado” cargo de prefeito municipal.

O fato é que, já pompeados pela “honra” de “trabalhar” em nome e em favor do povo, eis que surge a oportunidade do escrutínio para a escolha da mesa diretora do legislativo local do Município de Campo Alegre de Lourdes – BA.

Ora, atitude firme e coerente era o mínimo que poderia se esperar daqueles (principalmente do filho do atual “opositor”) que foram eleitos com a confiança do povo que não acredita na atual governança local. No entanto, não foi o que vimos!

Prova disso foi a já mencionada (supra) eleição para a escolha dos membros da mesa diretora do legislativo local. O placar da votação? 11 x 0. O candidato do prefeito (sem demérito) venceu à unanimidade dos votos dos membros do “novo” legislativo.

Mas não paremos por aí...o que considero de mais fulcral ainda não foi o dito acima. Esperar uma conduta que não assiste aos ideais daqueles que o elegeram não é tão insensato quando estamos diante de pessoas com interesses escusos (no mínimo suspeitos).

E fica a pergunta: o que ganha Campo Alegre de Lourdes – BA, com uma oposição burra, estéril e incapaz de compreender que o mínimo que se pode esperar daqueles que foram eleitos com a confiança do povo, é o exercício irrestrito das suas funções constitucionais, dentre as quais a de fiscalizar os atos de gestão?

O autor esboça a resposta: Talvez é chegada a hora de novos caminhos serem trilhados na política local. Garantir que o ranço de uma oligarquia familiar perdure mais de cinquenta anos no “poder”, de forma ininterrupta, é um verdadeiro retrocesso.

Por Paulo Lael Paes Ferreira dos Santos

Advogado

 

Campo Alegre de Lourdes - BA
Campo Alegre de Lourdes - BA
Sobre o município Notícias de Campo Alegre de Lourdes - BA
Enquete