Segunda, 25 de Janeiro de 2021 19:40
86 98195-2377
Polícia Operação da PF

PF investiga fraude de R$ 1,4 milhão em laudos médicos para obtenção de benefícios

De acordo com a PF, os documentos fraudulentos serviam para obtenção do Benefício Previdenciário de Auxílio Doença e, posteriormente, conversão em Aposentadoria por Invalidez.

02/12/2020 11h25 Atualizada há 2 meses
Por: Weslley Moreira Fonte: Com informações da Polícia Federal
Imagem: reprodução PF
Imagem: reprodução PF

A Polícia Federal deflagrou na manhã desta quarta-feira (02) em Teresina a Operação "Falso Vínculo". O trabalho, realizado com apoio da Coordenação-Geral de Inteligência Previdenciária e Trabalhista (CGINT) da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Ministério da Economia, tem a finalidade de reprimir crimes previdenciários.

As investigações, iniciadas em 2015, a partir de levantamentos de  informações recebidas de atuação de um agenciador, levaram à identificação de um esquema criminoso no qual eram obtidos, mediante fraudes e simulações, laudos médicos e psiquiátricos. De acordo com a PF, os documentos fraudulentos serviam para obtenção do Benefício Previdenciário de Auxílio Doença e, posteriormente, conversão em Aposentadoria por Invalidez

"Os titulares desses benefícios, inclusive, o próprio agenciador, eram atendidos em Hospitais Psiquiátricos de Teresina, conseguindo Declarações de Internação ou de Atendimento, documentos posteriormente apresentados junto à Perícia Médica do INSS, objetivando a obtenção fraudulenta dos benefícios", informou a PF.  

A Polícia Federal cumpriu dois Mandados Judiciais de busca e apreensão, na residência e local de trabalho do agenciador e estelionatário investigado. A operação contou com a participação oito policiais federais.  

O prejuízo inicialmente identificado com a concessão de nove benefícios indevidos chega a R$ 1,4 milhão, dentre os quais, R$ 286 mil em quatro benefícios de Auxílio Doença para o próprio investigado.

O envolvido será indiciado pelos crimes de estelionato previdenciário e associação criminosa, cujas penas máximas acumuladas podem chegar a nove anos e oito meses de prisão.

 

O nome da Operação vem do fato do investigado, para obtenção dos benefícios, criar falsos vínculos de trabalho para adquirir a condição de segurado junto ao INSS. 

Weslley Moreira
Sobre Weslley Moreira
Tudo que você precisa saber
São Raimundo Nonato - PI
Atualizado às 19h30 - Fonte: Climatempo
28°
Poucas nuvens

Mín. 22° Máx. 33°

27° Sensação
13.3 km/h Vento
36.3% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (26/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 33°

Sol com algumas nuvens
Quarta (27/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 22° Máx. 33°

Sol com algumas nuvens