Quinta, 21 de Janeiro de 2021 12:03
86 98195-2377
Educação Educação

Escolas particulares se preparam para início do ano letivo em 2021

Instituições de ensino estão se programando para possível retorno em modelo híbrido de demais séries.

30/11/2020 19h23
Por: Redação
Imagem: reprodução
Imagem: reprodução

Apesar das incertezas da  pandemia do novo coronavírus, as escolas já estão se preparando para um possível retorno híbrido em 2021. É o caso de uma escola particular com unidades localizadas no Centro e na zona Leste de Teresina. A instituição de ensino já está fazendo um planejamento para o retorno às aulas em 2021, seja de maneira remota, ou no modelo híbrido, com revezamento de estudantes em sala. Assim, os estudantes poderão contar com métodos e estratégias aperfeiçoados no ano letivo que se inicia.

A administração da instituição acredita que, com a aprovação de vacinas para imunização contra o novo coronavírus, um novo normal seja possível no decorrer do próximo ano, inclusive com a liberação de outras turmas, além do terceiro ano do Ensino Médio e Pré-Vestibular, que já retomaram as aulas presenciais.

“Nós estamos trabalhando hoje com duas vertentes, se continuarmos 100% online com algumas séries ou com todas que já estão atualmente, ou retorno de parte presencial em sistema de rodízio, obedecendo os protocolos de distanciamento, e parte online. O que continuar a partir do final de janeiro e começo de fevereiro, estaremos preparados e os pais cientes de todos os métodos”, afirma o diretor pedagógico do CEV, Teixeira Neto.

o caso de retorno para o ensino híbrido, as escolas deverão garantir o cumprimento das medidas sanitárias impostas pelas autoridades devido à pandemia do novo coronavírus. Por isso, a escola está adotando desde já protocolos de segurança, impedindo assim que os alunos possam ser contaminados pelo novo vírus.

Dentre as medidas adotadas pela escola estão: o cumprimento do distanciamento social nas dependências da escola, inclusive das cadeiras dentro de sala de aula, ativação das torneiras dos bebedouros por sensor de presença, use de máscaras de proteção facial, instalação de barreiras físicas, aplicação de adesivos informativos de alto risco de contaminação em superfícies de contato, disposição de álcool em gel e tapetes sanitizantes, medição de temperatura e triagem por profissional de saúde habilitado nas entradas das escolas e criação de uma sala de isolamento para casos suspeitos de contaminação.

Ao final desse ano letivo, entendendo as particularidades de cada aluno e as dificuldades enfrentadas em 2020, o diretor pedagógico da escola explica que o conteúdo ministrado ao longo do ano será revisto nas primeiras semanas do calendário letivo de 2021, com a aplicação de avaliações diagnósticas das habilidades consideradas necessárias para a continuação do aprendizado.

Deste modo, o diretor pedagógico destacou que, apesar dos percalços impostos pela remodelação de um método de ensino que já estava consolidado, a pandemia mostrou mais ferramentas para que o aprendizado se torne eficaz.

“Um dos principais aprendizados foi a força dos nossos funcionários, não somente dos professores, todos mostraram uma nova habilidade nesse período. Nos mostrou também que o ensino online pode ser, sim, eficaz, e que se nós enfrentarmos no futuro algum outro problema que impeça a presença em sala de aula, não vamos precisar de um período para nos adaptarmos, todas as escolas vão estar preparadas”, finalizou.

Em relação às escolas públicas municipais e estaduais, a reportagem do O Dia entrou em contato com a Secretaria Municipal de Educação (Semec) e a Secretaria de Estado de Educação (Seduc), e ambas informaram que o edital de matrículas ainda não foi lançado, não havendo definição sobre as atividades letivas referentes a 2021.

Apesar das dificuldades de adaptação, pais aprovam ensino remoto

Além da saúde pública, a pandemia do novo coronavírus também gerou impactos na educação piauiense. Em 2020, com o fechamento das escolas e a imposição do ensino remoto, as instituições de ensino precisaram reinventar não apenas o método de ensino, mas também remodelar as linhas afetivas que ligam professores e alunos.

As crianças não compõem o grupo de risco da doença, ainda assim são os principais vetores do vírus, por isso, foi crucial que os alunos permanecessem em casa, para garantir a segurança da família. Foi o caso da pequena Lívia Carvalho Pessoa, que cursa o 1º ano do Ensino Fundamental, filha da técnica de enfermagem Érica Pessoa.

 

São Raimundo Nonato - PI
Atualizado às 11h52 - Fonte: Climatempo
30°
Muitas nuvens

Mín. 23° Máx. 34°

29° Sensação
26.4 km/h Vento
35.5% Umidade do ar
0% (0mm) Chance de chuva
Amanhã (22/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 34°

Sol com algumas nuvens
Sábado (23/01)
Madrugada
Manhã
Tarde
Noite

Mín. 23° Máx. 33°

Sol com algumas nuvens