Segunda, 10 de Agosto de 2020 07:41
86 98195-2377
São Raimundo Nonato Triste realidade

Moradores do município de São Raimundo Nonato sofrem com a falta de água

Ministério Público Federal investiga obra de engate rápido, inaugurada há pouco tempo e que custou mais de R$ 15,7 milhões.

07/08/2019 21h54 Atualizada há 1 ano
Por: Redação Fonte: Colaboração: Política Dinâmica
Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

A seca tem castigado cidades do sul do Piauí e já provoca falta de água para consumo humano na área urbana e zona rural de algumas cidades. Em São Raimundo Nonato/PI, região sudeste do Piauí, está sem o abastecimento de água há vários dias, o que vem afetando a rotina dos moradores do município.

Matéria relacionada: Integração Nacional libera R$ 15,7 milhões para adutora de engate rápido.

Na cidade, ver moradores de um lado para o outro com um balde procurando água virou algo comum. Mas isso vem sendo questionado por alguns moradores. Veja os comentários na rede social instagram do Portal SRN (@portalsrn):

 

Adutora de engate rápido

A população de São Raimundo Nonato reclama constantemente do péssimo funcionamento de uma adutora de engate rápido, inaugurada no município em julho do ano passado. A obra custou R$ 15 milhões e era anunciada como solução para os problemas de abastecimento na cidade, serviço historicamente precário e alvo de reclamações. Além disso, outros municípios da região também seriam beneficiados.

Mesmo após a inauguração da adutora apresentada como redenção dos problemas, a população de alguns bairros passa dias sem água nas torneiras. Nas rádios locais, moradores denunciam que a tal adutora não funciona. Alguns relatam que falta água até mesmo onde não faltava antes, já que o abastecimento era feito por uma adutora mais antiga.

Em São Raimundo Nonato, a tão prometida adutora de engate rápido já tem ganhado outro nome. Por lá, muita gente decepcionada prefere chamar de "adutora do engano rápido".