Quinta, 26 de Novembro de 2020 11:30
86 98195-2377
Destaques Combustível

Sindicato prevê diesel mais caro nas bombas com aumento do biodiesel

O reajuste deve ser de R$ 0,35 no preço do litro do diesel.

22/10/2020 20h48
Por: Redação Fonte: Cidadeverde / Portal SRN

O preço do diesel vai aumentar nos postos de combustíveis. O motivo, segundo o Sindicato dos Postos Revendedores de Combustíveis do Piauí (Sindipostos), é o aumento do preço no biodiesel, componente do óleo diesel

“No último dia 16 houve um leilão e os produtores do biodiesel conseguiram essa proeza de colocar um produto à disposição do mercado com um valor extremamente alto, que obviamente vai refletir no preço do óleo diesel, pois esse produto contempla o óleo diesel num percentual de 11%”, afirmou o coordenador executivo do Sindipostos, Asnoir Andrade.

Segundo ele, o biodiesel é usado para evitar a contaminação do meio ambiente. “Ele purifica mais o óleo diesel, ou seja, ele é imprescindível, porém, os preços vão ficar alterados não se sabe quando, acreditamos que a partir de novembro”, afirma.

O reajuste deve ser de R$ 0,35 no preço do litro do diesel. Em nota, o Sindipostos disse que o  biodiesel subiu de R$ 2,7130/litro em maio deste ano para R$ 5,5806/litro em outubro.

“Este Sindicato deseja deixar claro para os consumidores que o preço do diesel puro custa na refinaria R$ 1,9952/litro (sem o ICMS), enquanto o biodiesel foi comercializado no leilão por R$ 5,5806/litro (sem o ICMS). Significa que, com a mistura obrigatória de 11% de biodiesel ao diesel puro, o consumidor pagará um custo adicional de R$ 0,3585/litro. Trata-se de uma alta parcela, especialmente se considerarmos que o biodiesel tem poder energético menor que o diesel mineral puro”, informou a entidade.

O sindicato culpa as grandes multinacionais produtoras de biodiesel pelos constantes reajustes.

“Lamentavelmente esta vontade incontrolável por exagerados lucros imposta pelas grandes multinacionais produtoras de biodiesel, parece não ter limites. Esperamos que as autoridades brasileiras encontrem uma forma rápida e eficiente para evitar esse verdadeiro assalto ao bolso do consumidor do Óleo diesel, em especial no dos caminhoneiros, que têm no combustível seu maior custo”, disse o Sindipostos.