Todo o Piauí

Secretaria de Saúde registra aumento de 288% dos casos dengue em todo o Piauí. Veja o 30º Boletim Epidemiológico

Os dados divulgados através de boletim mostram o aumento dos casos em relação a 2018

02/08/2019 18h08Atualizado há 4 meses
Por: Redação Portal SRN
Fonte: Portal Az
Aumento dos casos de doenças trasmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti (Foto:Divulgação)
Aumento dos casos de doenças trasmitidas pelo mosquito Aedes Aegypti (Foto:Divulgação)

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou, nesta sexta-feira (02), através do 30º Boletim Epidemiológico de 2019, que foi registrado um aumento nos casos de dengue, chikungunya e zika no Piauí. Em todo o estado, 22 municípios se encontram em situação de risco para surto de dengue.

Segundo dados do boletim, os casos de dengue aumentaram em 288% em todo o estado. Em 2018, foram contabilizados, em 86 municípios, cerca de 1530 casos de dengue, enquanto em 2019, o número de notificações chegou a 5941 em 160 cidades do Piauí. 

Os cinco primeiros municípios que aparecem no ranking de incidência por 100 mil habitantes são: Simplício Mendes, Alvorada do Gurguéia, Pavussu, Curimatá e Uruçuí.

Picos, Teresina, Simplício Mendes, Jaicós e São Miguel do Tapuio são os cinco municípios com maior número de casos prováveis nos últimos 2 meses. 

Os dados mostram um crescimento de 60,4% de casos de Chikungunnya em comparação ao mesmo período do ano passado. Os números subiram para 754 casos notificados, enquanto em 2018 foram 470.

Os casos de Zika Virus também registraram aumento, totalizando em 33,3%. Foram registrados 36 prováveis casos em 19 municípios do estado. Os municípios de Sebastião Leal, Oeiras e Bom Jesus apresentaram os maiores números prováveis de casos de Zika Vírus.

Notificações sobre casos de microcefalia no estado diminuiu em relação ao ano anterior. Segundo o boletim, 21 casos foram registrados no ano de 2018, já este ano, apenas 4  notificações foram feitas. 

A prevenção é a melhor forma de evitar que casos de dengue, Zika e a Chikungunya, transmitidas pelo mosquito aedes aegypti, continuem aumentando. 

Com isso, é fundamental eliminar os criadouros do Aedes Aegypti, que coloca seus ovos em recipientes com água parada. Eliminar garrafas, sacos plásticos e pneus velhos que ficam expostos à chuva, além de tampar recipientes que acumulam água como caixas d´agua e piscina, são fundamentais para este controle.

Febre alta, dor no fundo dos olhos, vermelhidão na pele, coceira e distúrbios gástricos são sintomas da doença. Caso venha a sentir esses sintomas, a indicação é evitar a automedicação e procurar ajuda médica especializada nos postos de saúde. 

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou, nesta sexta-feira (02), através do 30º Boletim Epidemiológico de 2019, que foi registrado um aumento nos casos de dengue, chikungunya e zika no Piauí. Em todo o estado, 22 municípios se encontram em situação de risco para surto de dengue.

Segundo dados do boletim, os casos de dengue aumentaram em 288% em todo o estado. Em 2018, foram contabilizados, em 86 municípios, cerca de 1530 casos de dengue, enquanto em 2019, o número de notificações chegou a 5941 em 160 cidades do Piauí. 

Os cinco primeiros municípios que aparecem no ranking de incidência por 100 mil habitantes são: Simplício Mendes, Alvorada do Gurguéia, Pavussu, Curimatá e Uruçuí.

Picos, Teresina, Simplício Mendes, Jaicós e São Miguel do Tapuio são os cinco municípios com maior número de casos prováveis nos últimos 2 meses. 

Os dados mostram um crescimento de 60,4% de casos de Chikungunnya em comparação ao mesmo período do ano passado. Os números subiram para 754 casos notificados, enquanto em 2018 foram 470.

Os casos de Zika Virus também registraram aumento, totalizando em 33,3%. Foram registrados 36 prováveis casos em 19 municípios do estado. Os municípios de Sebastião Leal, Oeiras e Bom Jesus apresentaram os maiores números prováveis de casos de Zika Vírus.

Notificações sobre casos de microcefalia no estado diminuiu em relação ao ano anterior. Segundo o boletim, 21 casos foram registrados no ano de 2018, já este ano, apenas 4  notificações foram feitas. 

A prevenção é a melhor forma de evitar que casos de dengue, Zika e a Chikungunya, transmitidas pelo mosquito aedes aegypti, continuem aumentando. 

Com isso, é fundamental eliminar os criadouros do Aedes Aegypti, que coloca seus ovos em recipientes com água parada. Eliminar garrafas, sacos plásticos e pneus velhos que ficam expostos à chuva, além de tampar recipientes que acumulam água como caixas d´agua e piscina, são fundamentais para este controle.

Febre alta, dor no fundo dos olhos, vermelhidão na pele, coceira e distúrbios gástricos são sintomas da doença. Caso venha a sentir esses sintomas, a indicação é evitar a automedicação e procurar ajuda médica especializada nos postos de saúde.

São Raimundo Nonato - PI
Atualizado às 05h03
25°
Poucas nuvens Máxima: 37° - Mínima: 25°
25°

Sensação

10.4 km/h

Vento

58.9%

Umidade

Fonte: Climatempo
Banner lateral interna posição 2
Municípios
Últimas notícias
Banner lateral interna posição 3
Mais lidas
Adsense lateral interna posição 5