Domingo, 20 de Setembro de 2020 00:46
86 98195-2377
Política Eleições em Pauta

Em meio à pandemia, TRE/PI tem recorde de inscritos para serem mesários

A Justiça Eleitoral chegou a fazer campanha com receio que os mesários não se inscrevessem com medo do vírus.

08/09/2020 21h05
Por: Weslley Moreira Fonte: Com Informações do TRE
Imagem: reprodução
Imagem: reprodução

O Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TRE-PI) vêm registrando em seu site  um número recorde de cidadãos eleitores que tem se cadastrado como mesários voluntários. Segundo dados do Grupo de Trabalho – GT Mesários, do TRE-PI, são quase 7 mil inscritos este ano de 2020. 

Na última eleição em 2018, esse número chegou a pouco mais de quatro (4) mil, e em 2016 foi um pouco maior que 2 mil. O número chama atenção porque estamos em ano de pandemia do coronavírus. A Justiça Eleitoral chegou a fazer campanha com receio que os mesários não se inscrevessem com medo do vírus. 

O representante do GT no TRE-PI, Hugo Leonardo Ferreira Leite, lembra que a Justiça Eleitoral tem orientado os chefes de cartório com relação aos critérios de convocação dessa equipe de apoio temporário às Eleições, bem como referente aos eventuais pedidos de substituição ou desistência.

O treinamento de mesários que atuarão nos dias 15 e 29 de novembro nas Eleições Municipais de 2020, no Estado do Piauí, está disponível nesta terça-feira (8), no Portal de Educação a Distância do TSE e também, gratuitamente, em formato de aplicativo: Mesário – Justiça Eleitoral Brasileira, nas lojas virtuais Google Play e Apple Store, para download e instalação.

Folgas

A conclusão do treinamento para o mesário que trabalhou nas eleições equivale a um dia de convocação, ou seja, dois dias de folga. O certificado de conclusão do treinamento somente terá validade para comprovar a convocação pela Justiça Eleitoral se estiver acompanhado de declaração ou certidão emitida pelo cartório eleitoral.

A declaração de dias trabalhados e de participação em treinamento é fornecida pelo cartório eleitoral ou pelo Portal do TSE, em alguns dias depois de cada turno da eleição. Elas poderão ser somadas para usufruto das folgas que poderão chegar a até seis dias no caso de mesário assíduo no treinamento, e que tenha trabalhado no primeiro e no segundo turnos de votação.