Domingo, 20 de Setembro de 2020 19:40
86 98195-2377
Política Política

Padre Herculano chama Bolsonaro de "mito da desgraça"

Em entrevista veiculada nesta terça-feira (11) na Rádio Serra da Capivara.

11/08/2020 14h00
Por: Redação Fonte: Por Gustavo Almeida, do Política Dinâmica
Bolsonaro foi duramente criticado por religioso (Fotos: Agência Brasil | Portal SRN)
Bolsonaro foi duramente criticado por religioso (Fotos: Agência Brasil | Portal SRN)

O padre José Herculano de Negreiros, ex-prefeito de São Raimundo Nonato, chamou o presidente Jair Bolsonaro de mito da desgraça. Em entrevista veiculada nesta terça-feira (11) na Rádio Serra da Capivara, o religioso, filiado ao PT, disse ainda que a direita brasileira é assassina. Herculano comentou também o rompimento entre o senador Ciro Nogueira (Progressistas) e o governador Wellington Dias (PT).

“Recentemente chegou o presidente da República, o Bolsonaro, aqui em São Raimundo Nonato e deixou, segundo eu ouvi, R$ 6 milhões para a saúde. O que é R$ 6 milhões para a saúde quando há uma falta em tudo? Só o staff [comitiva] dele deverá ter gasto uns R$ 10 ou R$ 15 milhões para vir aqui fazer uma visita à Serra da Capivara. E ainda tinha muitos gritadores ali de ‘o mito, o mito’. É o mito da desgraça, está acabando com tudo”, falou o padre.

Herculano, que foi prefeito de São Raimundo Nonato por dois mandatos (1997/2000 e 2009/2012), criticou o que ele considera ser uma tentativa de acabar com o PT. Segundo padre, a direita no Brasil é odiosa, assassina e contra a população mais pobre.

“A Direita brasileira é terrivelmente odiosa contra a classe social da pobreza brasileira. Tanto que o país continua sendo um país pobre porque esses grupos de direita não deixam a população viver bem. Uma mudança que aconteceu em toda essa história foi quando começaram as lutas trabalhistas e a criação desses partidos chamados de esquerda. Que na verdade se posicionam contra essa direita aplastadora e assassina”, disse.

DEFENDE MANUTENÇÃO DE ALIANÇA

Questionado sobre como fica a aliança PT e Progressistas em São Raimundo Nonato após o rompimento do senador Ciro com o governador Wellington Dias, Herculano defendeu a manutenção da parceria. O sacerdote argumentou que, embora seja do Progressistas, a atual prefeita Carmelita Castro foi eleita com apoio da esquerda.

“Estamos unidos, o pessoal do governo municipal com o nosso grupo de esquerda. O PT está e continua aliado com a prefeita e seus deputados. Está havendo o diálogo, um propósito aqui em São Raimundo, de permanecer essa política de visão sócio-esquerdista, digamos assim. Eu continuo estimulando para que haja consenso”, comentou o padre.