Desemprego

"Pode gerar demissões", diz Sindilojas sobre comércio fechado

Na avaliação do presidente do Sindilojas Tertulino Passos, o posicionamento do governador do Piauí de analisar a reabertura do comércio é importante.

27/03/2020 00h12
Por: Weslley Moreira, da Redação
Fonte: Vi Agora
Presidente do Sindilojas-PI, Tertulino Passos
Presidente do Sindilojas-PI, Tertulino Passos

Nesta quinta-feira (26), o presidente do Sindicato dos Lojistas do Comércio do Piauí (Sidilojas), Tertulino Passos, falou sobre a declaração do governador Wellington Dias, que avalia reabrir o comércio e afirmou que se a paralisação continuar pode gerar demissões.

Segundo o presidente do Sindilojas, o posicionamento do governador de analisar a reabertura do comércio é importante, e mesmo a situação começando a ficar crítica no ponto de vista econômico, é preciso que os lojistas voltem com responsabilidade e aos poucos.

“Nós estamos tentando verificar com os governos a possibilidade de retornar parcialmente. Essa palavra do governador é muito importante nesse momento, principalmente estar retornando com responsabilidade, não voltar todo mundo ao mesmo tempo, voltar alguns setores e de forma parcial. Aí você consegue ter um controle mais efetivo”, disse Tertulino.

Questionado sobre como o comércio iria voltar às atividades, o presidente do Sindilojas comenta que os estabelecimentos devem funcionar parcialmente e em horários determinados. Tertulino ressalta ainda que devido à grande concentração de pessoas, o comércio em shoppings não deve retornar nesse primeiro momento.

“Isso vai depender muito do decreto do governador de como deve retornar. Uma das alternativas, que inclusive antes do fechamento nós tínhamos dado, era de funcionamento parcial do comércio de rua, do comércio do shopping. Mas nós acreditamos que o comércio de shopping não devam voltar agora. Então se tiver de forma parcial [funcionamento] vai ser bom, porque você não paralisa as atividades”, explica.

Com o comércio fechado desde o último sábado (21), Tertulino diz que os prejuízos são grandes. Outra preocupação diz respeito aos funcionários, já que segundo o presidente do Sindilojas não há um prazo para o fim da medida que determinou o fechamento do comércio, e isso pode pôr em risco o emprego dos trabalhadores.

“Nós estamos parados desde sábado, então os prejuízos são imensos. Tá tudo parado, você não tem venda, não tem nada. Ninguém fez demissões ainda, até porque tanto no decreto da prefeitura como no do governo do estado não tem prazo determinado de até quando vai essa paralisação. Se tivesse um prazo determinado o empresário se organizaria. Isso também é uma preocupação do lojista, porque se for passar muito tempo ele não vai ter como manter todos os empregados. Isso pode gerar demissões, porque você não tem como segurar todos esses trabalhadores. Pagar como?”, finaliza Tertulino Passos.

São Raimundo Nonato - PI
Atualizado às 23h16
25°
Muitas nuvens Máxima: 32° - Mínima: 23°
25°

Sensação

9.9 km/h

Vento

75.1%

Umidade

Fonte: Climatempo
Banner lateral interna posição 2
Municípios
Últimas notícias
Banner lateral interna posição 3
Mais lidas
Adsense lateral interna posição 5