Bolsa Família

Novas concessões do Bolsa Família no Piauí caem quase 100%

O gerente de Programas de Transferências e Benefícios Socioassistenciais relata que Piauí melhorou os indicadores sociais e econômicos nos últimos anos.

14/03/2020 21h15
Por: Weslley Moreira, da Redação
Fonte: Vi Agora

No Piauí, o número de concessões do programa Bolsa Família caiu cerca de 98,28%, e a quantidade de benefícios liberados para o estado é bem menor que a quantidade de famílias que foram canceladas do programa, segundo o gerente de Programas de Transferências e Benefícios Socioassistenciais da Sasc, Roberto Oliveira.

De acordo com o gerente, a tendência é agravar os problemas sociais, e que outros programas como o Benefício da Prestação Continuada (BPC), o antigo Loas, e o contingenciamento de recursos por parte do governo federal, além da questão previdenciária, com várias pessoas com processo de aposentaria na fila de espera do INSS, acarretam problemas sociais e agravam a situação de famílias carentes.

Roberto diz que o Piauí melhorou os indicadores sociais e econômicos nos últimos anos. “De 2002 a 2012, o Piauí tirou mais de 750 mil pessoas da pobreza extrema. Mas ainda há pessoas que precisam do benefício do Bolsa Família”, diz Oliveira.

O gerente cita ainda o relatório do mês de janeiro de 2020, quando no Piauí apenas 86 novas famílias foram beneficiadas pelo Programa Bolsa Família, no Paraná foram concedidos 11.293 benefícios e o Rio Grande do Sul foram incluídas 11.886.

No relatório, em todo o Nordeste, em janeiro deste ano, foram concedidos 3.035 benefícios do Bolsa Família, enquanto, como mostrado anteriormente, estados como Paraná e Rio Grande do Sul tiveram, cada um, mais de 11 mil novas famílias incluídas no programa e Minas Gerais, com mais de 17 mil.

Em audiência nessa quarta-feira (11), no Tribunal de Contas da União (TCU), o Consórcio Nordeste e o Consórcio Amazônia Legal fizeram uma representação formal ao órgão solicitando a adoção de medidas legais devido ao não cumprimento por parte do governo federal da lei que trata da aplicação de recursos do programa Bolsa Família.

Durante encontro em Brasília com o presidente do TCU, ministro José Múcio Monteiro, o presidente do Consórcio Nordeste, o governador da Bahia, Rui Costa, relatou que, no mês de janeiro, o governo federal destinou apenas 3% dos novos benefícios do Bolsa Família ao Nordeste, região que concentra 36,8% das famílias em situação de pobreza ou extrema pobreza. Já as regiões Sul e Sudeste receberam 75% das novas concessões do programa.

O somatório das novas concessões realizadas para todos os estados do Nordeste é de apenas 3.035 famílias. Desse total, a Bahia foi contemplada com apenas 1.123 novas concessões e 59.484 famílias tiveram seus benefícios cancelados, de janeiro 2019 a janeiro 2020.

São Raimundo Nonato - PI
Atualizado às 07h58
27°
Poucas nuvens Máxima: 33° - Mínima: 24°
28°

Sensação

27.9 km/h

Vento

63%

Umidade

Fonte: Climatempo
Banner lateral interna posição 2
Municípios
Últimas notícias
Banner lateral interna posição 3
Mais lidas
Adsense lateral interna posição 5