Piauí

Em reunião de urgência, governo pede que evitem aglomeração após pandemia

Em casos graves, o paciente deve ser encaminhado para hospital de referência.

14/03/2020 08h55
Por: Weslley Moreira, da Redação
Fonte: Cidadeverde.com
Image: Roberta Aline/Cidadeverde.com
Image: Roberta Aline/Cidadeverde.com

O governador Wellington Dias e o secretário do Estado de Saúde, Florentino Neto, convocaram os diretores da rede Estadual de Saúde para reunião urgente sobre o novo coronavírus. 

O secretário Florentino Neto afirma que há no Piauí 15 casos suspeitos do novo coronavírus. Destes, 9 deram negativos e 6 estão sob investigação. “A reunião tem como objetivo fazer uma análise das condutas clínicas adotadas até agora. Como foi reconhecida uma pandemia fizemos uma revisão no plano de contingência e vamos socializar aos diretores”, adianta o secretário. 

Entre as medidas de controle, a Sesapi orienta fornecer máscara cirúrgica à pessoa com caso suspeito e encaminhá-la para uma área separada ou sala de isolamento. 

Em casos graves, o paciente deve ser encaminhado para hospital de referência. Os suspeitos devem ser comunicados imediatamente à Secretaria Municipal e Vigilância Epidemiológica para orientações e início das ações de controle e investigação. 

Florentino Neto garante que a Sesapi fez aquisição de Equipamentos de Proteção Individual e distribuiu o material para toda rede hospitalar. Segundo ele, também há leitos de isolamento nos hospitais regionais e nos de referência. 

“Temos áreas reservadas hoje e havendo necessidade, vamos solicitar ao Ministério da Saúde leitos de UTIs”, conta o secretário. O governador Wellington Dias garante que o Piauí tem condições para atender pacientes com coronavírus. 

O governador pede que não haja pânico e diz que, até agora, não há indicação de assinar decreto como fez o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, suspendendo aulas e proibindo aglomerações. 

No entanto, Dias faz um apelo para que as pessoas evitem se aglomerar em ambientes fechados e tomem cuidados com higiene. Ontem o governo do Estado adiou as comemorações da Batalha do Jenipapo.

“"Queremos trabalhar com a ciência e as orientações do Ministerio da saúde. Alguma particularidade do Piauí, como o evento do 13 de março a gente, que a gente preferiu  suspender. É uma coisa específica do Piauí, que adotamos uma medida por uma situação particular. O que eu quero pedir é que  as pessoas possam seguir as orientações. É um evento que reúne de 2 a 3 mil pessoas. Confesso que foi bastante difícil pra mim e para o prefeito Ribinha, mas os profissionais entenderam que, como tinha pessoas de todo Brasil e de todo mundo achamos melhor adiar”, declarou. 

O governador disse, ainda, que vai solicitar um maior controle no aeroporto de Teresina. A ideia é ter conhecimento dos lugares onde os passageiros estão viajando. 

“É bom lembrar que a gente precisar ter dois cuidados importantes. Primeiro, não transformar uma doença que diferente das outras temos o fato de ser nova, mas o Brasil teve situações semelhantes e graças a Deus vencemos. Outro cuidado é evitar pânico”, orienta. 

O governador também se reúne na próxima semana com os governador do Consórcio Nordeste para debater ações de combate ao coronavírus. 

Contra o pânico

No fim de semana o Hospital Regional Justino Luz, em Picos, registrou um caso suspeito do coronavírus. O paciente chegou de viagem da Europa e apresentavam sintomas da Covid-19. No entanto, o teste para a doença deu negativo.

A diretora do Hospital, Samara Sá, diz que a população ficou em pânico com a possibilidade de coronavírus em Picos e afirma que é preciso que  as pessoas sejam mais esclarecidas sobre a doença e condena as fake news.

São Raimundo Nonato - PI
Atualizado às 23h26
25°
Muitas nuvens Máxima: 32° - Mínima: 23°
25°

Sensação

9.9 km/h

Vento

75.1%

Umidade

Fonte: Climatempo
Banner lateral interna posição 2
Municípios
Últimas notícias
Banner lateral interna posição 3
Mais lidas
Adsense lateral interna posição 5