Terça, 25 de Junho de 2024
20°C 35°C
São Raimundo Nonato, PI
Publicidade

Municípios do Piauí têm até dia 2 de junho para fechamento de lixões

Semarh orienta sobre essa transição por meio do Programa Zero Lixões - Por um Piauí mais Limpo.

02/06/2024 às 09h30
Por: Portal SRN Fonte: Com informações da Semarh
Compartilhe:
Imagem: Reprodução
Imagem: Reprodução

De acordo com Daniel Oliveira, secretário da Semarh, o prazo estabelecido visa a adoção de sistemas de disposição final ambientalmente adequados, como aterros sanitários públicos ou particulares, ou soluções consorciadas. No entanto, muitos municípios enfrentam desafios significativos na implementação dessas políticas, e algumas jurisdições podem ter estendido prazos ou enfrentado dificuldades para cumprir as exigências da legislação.

Atualmente, o Piauí possui três aterros sanitários particulares licenciados pela Semarh, que atendem à região centro-norte do estado e são regularmente fiscalizados para garantir o cumprimento de suas funções ambientais. A Semarh também incentiva a instalação de aterros municipais por meio da Resolução nº 46/2022, que prevê uma instrução processual diferenciada para aterros de pequeno porte.

Os municípios devem apresentar à Semarh, em tempo hábil, estudos e documentos que descrevam a metodologia e o cronograma físico-financeiro das ações para o fechamento dos lixões. Após o fechamento, é necessário implementar metodologias para a recuperação das áreas degradadas, restaurando o ambiente afetado e mitigando os impactos negativos da disposição inadequada de resíduos sólidos. A Semarh disponibiliza um termo de referência para orientar essas ações complexas, que exigem monitoramento contínuo.

O fechamento dos lixões deve ser parte de uma estratégia mais ampla de gestão de resíduos, incluindo educação ambiental, redução na fonte, coleta seletiva, reciclagem, compostagem e outras práticas sustentáveis. O envolvimento da comunidade, cooperativas e associações de catadores de materiais recicláveis é fundamental para o sucesso dessas iniciativas.

Continua após a publicidade

Para financiar as ações voltadas à gestão dos resíduos sólidos, incluindo a manutenção de equipamentos e veículos, contratação de pessoal, operação de aterros sanitários e implementação de programas de reciclagem e educação ambiental, os municípios devem instituir a "Taxa do Lixo", conforme estabelecido no art. 29 da Lei nº 11.445, de 5 de janeiro de 2007, e na NR nº 01/ANA/2021, elaborada pela Agência Nacional de Águas e Saneamento Básico.

A ausência de legislação e a não efetivação da cobrança da taxa de coleta de resíduos sólidos podem resultar em sanções, como a suspensão de repasses de verbas e penalidades previstas na Lei de Responsabilidade Fiscal, configurando renúncia de receita.

A Semarh reforça a necessidade de um planejamento cuidadoso e uma abordagem participativa e colaborativa, envolvendo autoridades locais, comunidades, setor privado e organizações da sociedade civil para o sucesso na implementação dessas políticas de gestão de resíduos.

São Raimundo Nonato, PI
34°
Tempo nublado

Mín. 20° Máx. 35°

32° Sensação
2.44km/h Vento
22% Umidade
0% (0mm) Chance de chuva
06h05 Nascer do sol
05h41 Pôr do sol
Qua 35° 21°
Qui 35° 21°
Sex 35° 21°
Sáb 35° 20°
Dom 35° 19°
Atualizado às 13h06
Publicidade
Economia
Dólar
R$ 5,45 +1,07%
Euro
R$ 5,83 +0,78%
Peso Argentino
R$ 0,01 +1,52%
Bitcoin
R$ 355,145,67 +2,92%
Ibovespa
122,131,19 pts -0.41%
Publicidade
Publicidade
Publicidade
Publicidade